Salute

Estoma: você sabe como medir o estoma corretamente?

Quem tem uma ostomia sabe: são muitos os cuidados a se tomar no dia-a-dia. Não é difícil, mas são necessárias boas doses de força de vontade e disciplina. Hoje porém vamos falar sobre um tópico específico: como medir o estoma.

A importância de medir o estoma corretamente

Antes de mais nada: por que é tão importante medir o estoma corretamente? Porque só uma medida correta torna possível escolher a placa adesiva certa. Sem a medida precisa do tamanho do estoma, o processo acaba sendo prejudicado e, você sabe, uma placa que não adere bem acaba gerando vazamentos.

Além disso, medir o estoma com exatidão, torna a aplicação da placa mais fácil e sua durabilidade maior, além de ajudar no funcionamento correto do equipamento, como um todo.

Então você já entendeu: não ter o encaixe perfeito entre a placa e o estoma pode trazer vazamentos e, com eles, irritação na pele, incômodo, dor, dificuldade para colar a placa, etc.

Como medir corretamente o estoma:

Então, vamos ao passo a passo de como fazer a medição correta. Primeiramente, é importante ter a régua correta para o cálculo. De modo geral, quando você compra uma placa/base adesiva que precisa ser cortada, a embalagem já traz uma régua com moldes de vários tamanhos de estoma. É só verificar aquele que encaixa melhor, e pronto: agora você já sabe qual a medida.

Entenda, o diâmetro do orifício da placa deve ter o mesmo tamanho do estoma. Não pode ser menor, sob risco de a placa machucar o estoma na aplicação. Se for maior, procure se certificar de que a diferença não seja superior a 3mm.

Você deve medir o tamanho do estoma periodicamente, para garantir que a placa esteja sempre bem encaixada com ele. E tanto faz se a placa for daquelas que já vêm cortadas ou se é das que você mesmo precisa cortar.

Aliás, se esse for o caso, isto é, se você usa uma placa que precisa ser cortada antes do uso, tenha em mente que, mesmo após a medição inicial, é importante fazer o teste para conferir se realmente o tamanho ficou preciso. Depois de feito este passo, pode ser aplicada a placa.

Dicas úteis para realizar o processo de medição do estoma

Utilize uma tesoura de ponta curva que ajude na tarefa

A primeira dica é o usar uma tesoura que tenha a ponta curva (levemente inclinada), pois ela torna mais fácil o corte de formas arredondadas.

Acompanhe as mudanças do seu estoma frequentemente

Mais uma dica importante: faça novas medidas periodicamente, porque o estoma, eventualmente, pode mudar de tamanho. Isso porque nas primeiras semanas logo após a cirurgia, a tendência é de que seja maior, por conta de um inchaço natural. Depois de cerca de seis semanas, a expectativa é de que as dimensões já sejam menores. Logo, se torna necessária a realização de nova medição e possivelmente a placa adesiva precisará ser trocada.

Mesmo passadas as semanas iniciais, é fundamental a manutenção do acompanhamento. O tamanho pode mudar após os primeiros dias ou meses. Muitas vezes, alterações no peso da pessoa podem alterar também o tamanho do estoma.

Atenção especial às futuras mamães

Ainda sobre as possíveis mudanças de tamanho, aí vai um recado especial para mulheres grávidas com estomas. Durante o período de gravidez, é importante um acompanhamento ainda mais cuidadoso, por conta das alterações constantes que acontecem no corpo durante os meses em que carrega o bebê na barriga, incluindo a mudança no tamanho na barriga e o natural ganho de peso.

Outras causas para alteração no tamanho

Há, ainda, outras situações que podem fazer com o que o tamanho do estoma mude. O processo de cicatrização dos tecidos, o envelhecimento, etc. Tudo isso pode levar a mudanças de tamanho do estoma, o que torna ainda mais importantes os cuidados de medir o estoma corretamente e com frequência.

Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*