Salute

Entendendo o diabetes e a saúde mental

Diabetes afeta mais do que seu corpo. É normal sentir-se emocionalmente tenso – e é importante pedir ajuda.

Com diabetes, você fica de cabeça cheia.

Acompanhar seus níveis de açúcar no sangue, dosar a insulina, controlar as medicações, planejar suas refeições, manter-se ativo – é muito para pensar. Tudo isso pode deixar você emocionalmente esgotado e completamente sobrecarregado.

Esse é um quadro conhecido, chamado de esgotamento, ou estafa, pelo diabetes. E é por isso que é importante estar consciente das suas emoções enquanto você cuida do seu diabetes.

O que você está sentindo? Estressado? Bravo? Triste? Assustado? Tire um tempo para investigar suas emoções e procurar as pessoas próximas para falar honesta e abertamente sobre como você se sente.

Melhor ainda, encontre um profissional de saúde mental (um psicólogo ou um psiquiatra) para guiá-lo pelo terreno emocional em torno de sua doença e descubra maneiras de aliviar sua sobrecarga. Com diabetes, sentir-se fisicamente bem é metade da batalha. Sentir-se mental e emocionalmente bem é a outra metade.

É natural sentir raiva

Ela pode começar no momento do diagnóstico. Pode ir de “por que eu?”, até a raiva da sua doença mesmo. A raiva é uma parte importante de sua jornada para aceitar sua vida com diabetes. E, acredite, a raiva descontrolada pode ser prejudicial para você e para as pessoas ao seu redor – porque pode levar à depressão e ao estresse.

A chave para lidar com sua raiva começa com a capacidade de identificar o que está deixando você com raiva. É o medo? É a perda de controle? É raiva de si mesmo?

Ao perceber que está ficando com raiva, tente identificar sua causa-raiz – e depois trabalhe para vencê-la. Quando você sente raiva, há uma série de coisas que você pode fazer para curá-lo:

  • Respire
  • Respire mais fundo
  • Beba um copo de água
  • Sente-se
  • Incline-se para trás
  • Agite os braços, no ar
  • Procure silenciar suas emoções por um momento
  • Dê um passeio

Cuidado com a negação

Tal como acontece com praticamente todas as emoções que sente, quando você é diagnosticado com diabetes, a negação é uma reação natural. Todo mundo sente aquela sensação de “eu não” ou “eu não acredito nisso” ou “deve haver algum engano”.

Mas, em algum momento, você tem que aceitar o seu diagnóstico e agir porque, se continuar a negá-lo, você corre o risco de não fazer o necessário para combater a doença e se manter saudável.

Uma parte importante de evitar a negação é reconhecer como ela acontece dentro da sua cabeça – e como ela faz com que você venha a evitar os cuidados.

Se você se pegar dizendo ou pensando em qualquer uma das seguintes frases, você pode estar em negação:

  • “Um pedacinho só não vai mudar nada.”
  • “Esta ferida vai se curar sozinha.”
  • “Vou ao médico outro dia.”
  • “Não tenho tempo para fazer isso.”
  • “Meu diabetes não é sério.”

Todo mundo entra em negação de tempos em tempos, mas há coisas que você pode fazer para garantir que ela não dure tempo demais. Trabalhe com seu médico e equipe de saúde para fazer um plano e definir suas metas. Peça ajuda e preste contas a eles. E diga à sua família e amigos como eles podem ajudá-lo a manter seu plano de tratamento.

A depressão pode se aproximar de qualquer um

Às vezes, há uma tristeza ou um falta de energia que simplesmente não desaparece. Às vezes, você se sente sem esperança – e não tem ideia do que vem a seguir. Seja como for, a depressão pode ser difícil de detectar e pode prejudicar o seu autocuidado. Conhecer os sintomas da depressão é importante:

  • Perda de interesse ou prazer
  • Mudança nos padrões de sono
  • Acordar mais cedo que o normal
  • Mudança no apetite
  • Problemas de concentração
  • Perda de energia
  • Nervosismo
  • Culpa
  • Tristeza da manhã
  • Pensamento suicida
  • Distanciamento dos amigos e das atividades que você gosta de praticar
  • Piora do desempenho na escola ou no trabalho

Se você sentir que pode estar deprimido, converse com seu médico. Veja se faz sentido conversar com um psicólogo ou psiquiatra e pedir ajuda para superar a situação. Leva tempo para a depressão melhorar, mas uma vez que você tenha as ferramentas emocionais adequadas, você pode aprender a reconhecer os sintomas e agir rapidamente.

É um sinal de força pedir ajuda.

Adaptado de: https://diabetes.org/healthy-living/mental-health


Seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*